Buscar
  • Marihá Lopes

Como não comer até as paredes na quarentena

Durante a quarentena vejo pessoas publicando muitas coisas nas redes sociais, uma delas é a variedade gastronômica. Muitos memes e brincadeiras relacionado a um comer excessivo nesse período, alguns relatando até quadro de compulsão, mas será que é isso mesmo?


Para começo de conversa precisamos entender o que é uma compulsão alimentar. No quadro de Compulsão Alimentar Periódica há uma frequência e intensidade no comer. É muita comida em pouco tempo, com sensação de descontrole, acontecendo mais de uma vez por semana. Com uma ingestão de 2000 a 5000 Kcal por episódio sem comportamentos compensatórios. Após o episódio a pessoa apresenta angustia, tristeza, raiva, vergonha, nojo, etc.


A ideia não é apenas apontar o que é uma compulsão, mas ajudar a lidar com quadros de compulsão ou do famoso beliscar constante. Precisamos melhorar nossa relação com a comida, restringir alimentos nunca é uma boa ideia, quando há essa restrição isso é prato cheio para uma compulsão objetiva.


Uma das atividades propostas seria o preenchimento de um diário alimentar (O que comeu, que horas, o que pensou quando estava comendo e como se sentiu), esse diário ajuda a tornarmos consciente do que estamos comendo, a quantidade e a qualidade dessa refeição, identificar se é fome emocional ou real.





Observar o ciclo vicioso da compulsão (Por exemplo: recebi uma chamada do chefe -> isso me deixa triste -> acho que não sou boa no que faço -> acabo com uma barra grande de chocolate sozinha -> quando percebo o comportamento -> fico triste e chateada por não conseguir não comer -> como novamente...). Quando temos o entendimento do ciclo, fica mais fácil identificar os gatilhos, assim podemos criar estratégias para lidar com situações similares que virão.


Tenha um lugar para fazer essas refeições, não comer de pé, aproveitar a refeição (mindfull eating)


Organize suas refeição, esse deve ser o ponto chave!! Já que agora temos mais tempo em casa, ele pode ser usado para organizar essas refeições semanais.


Não seja rígido nas escolhas alimentares, aventure-se a provar coisas novas e novas maneiras de serem feitas, busque novas receitas


Não restrinja sua alimentação, ficar um mês sem comer nada doce aumenta a probabilidade de você ter uma compulsão por doce assim que estiver de frente para um.




Precisando de ajuda, não deixe de buscar um psicólogo (a), psiquiatra, nutricionista.





#Compulsaoalimentar #ansiedade #transtornodeansiedade #TAG #Beliscar #Alimentacaosaudavel #Quarentena #Covid19 #Coronavirus #TCC #TerapiaCognitivoComportamental #Atendimentoonline #Terapiaonline #RiodeJaneiro #Tijuca


0 visualização

Rua Haddock Lobo 210 

Tijuca
Rio de Janeiro, RJ 

atendimento@marihalopes.com

www.marihalopes.com

Tel: (21) 99775-0300

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 por BBA MKT DIGITAL.